• Fml Pepper

Você precisa mesmo de um GPS para a sua carreira?


Ter um caminho traçado e uma direção a seguir é tudo de que necessitamos para obter nossos sonhos, correto?


E se eu te afirmasse que não é bem assim, que se perder também pode ser tudo pelo qual você tanto esperava...


Pois é.


Hoje vou compartilhar com você duas coisas incríveis que descobri nos últimos tempos que vão mudar sua forma de enxergar os obstáculos e a sua carreira de escritor e ainda te fazer ir ainda mais longe, assim como aconteceu comigo:


SERÁ QUE VOCÊ PRECISA MESMO DE UM GPS PARA A SUA CARREIRA?

Você precisa mesmo de um GPS para a sua carreira?


Sim e... NÃO!


Compliquei a coisas agora, né? Calma, vou explicar:


Em outros posts falei sobre a questão “ação versus movimento”. Que estar em movimento significa estar continuamente planejando, criando estratégias e aprendendo. A ação, por sua vez, é um tipo de comportamento que produzirá um resultado, independente de qual seja ele.


Mas hoje venho colocar mais lenha nessa fogueira:


1- A atitude segue a ação com muito mais frequência do que a ação segue a atitude!


Como assim, Pepper?


É consenso científico que mudamos nosso humor como resultado de como agimos. Então se você quer se sentir de uma certa maneira, o X da questão é começar agindo — e se sentindo — como se estivesse no lugar onde sempre se imaginou.


Mas vai muito além do que chamam de visualização.


É conscientização. É preparo bioquímico. É programação dos seus neurotransmissores.


Tudo que que a mente do homem pode conceber e acreditar ela pode realizar”.


Pois é...


O “sucesso” (palavra sem definição exata, afinal, o que é sucesso para alguém pode ser o pesadelo de outra pessoa) chega para aqueles que se tornam conscientes do próprio sucesso, assim como o fracasso acontece para aqueles que se permitem tornar conscientes do fracasso.


Simples assim.






Sim, como é sabido, fracassos são tentativas em um treino, mas se fazem fundamentais e necessários porque todo fracasso traz nele a semente de um benefício equivalente se você o usar como um trampolim...


Do seu sucesso. Do sucesso do seu livro.


Dito isso, por tudo que venho estudando e pelos exemplos de pessoas bem-sucedidas no mundo e no mercado editorial, aprendi que o que você quer da sua carreira de escritor deve estar muito claro em sua mente, que você precisa ser bem específico(a) quando estabelecer objetivos, executá-los e anotar os resultados.


Afinal, como sempre digo aos meus alunos, se você não mede os resultados não tem como evoluir e crescer.


O senso comum é dizer (e é verdade) que sem se saber para onde está indo — sem um GPS — você pode até ter a sorte de chegar a algum lugar que valha a pena, mas é raro acontecer e é por isso que tanta gente se perde no caminho, é por isso que tanto autor de talento incrível desiste no meio da jornada...


Estabeleça um ponto de partida. Estabeleça o destino. Mude a rota quantas vezes se tornar necessário.


Ok. Eu fiz isso, mas...


Mas ainda assim você não tem ideia da quantidade de ruas sem saída, estradas esburacadas, voos lotados e milhares de conexões que tive de fazer para chegar a cidades fantasmas.


Isso mesmo que entendeu. Tanto esforço — mesmo com um GPS a tiracolo — para chegar a lugar algum, enganada pelos ventos das mudanças...


Mas, apesar de tudo, não me deixei paralisar pelo nevoeiro do desânimo, fui adiante, e acabei sendo premiada com a inesperada descoberta.


Eu havia decifrado a grande charada!


1- Se perder e abraçar a incerteza também é parte da jornada!


Foi isso que vim dividir com você, amigo(a).


Vá adiante. Mentalize o que deseja e simplesmente vá. Ainda que não saiba a direção exata, não se deixe paralisar. Porque a cada passo que você não dá é um passo que ficou para trás, um passo mais distante do seu sonho.


Escreva uma página por dia, um parágrafo ou uma linha apenas. Mas escreva.

Converse com dez leitores ou apenas um. Não fique mudo para aqueles que querem ouvir a sua voz. Ajude, mas nunca diga SIM quando na verdade está dizendo NÃO a si mesmo e aos seus objetivos. Prossiga mesmo na dúvida. Curta a jornada, aproveite-a ao máximo independente de tudo, avance, ainda que cambaleante, em direção ao futuro que você — e não a sorte — traçar para si mesmo.


Mas, principalmente, nunca deixe de dar o próximo passo, de abraçar a incerteza e ir adiante porque...




Foi quando fiz uma curva na estrada, em meio ao fog da vida, que me deparei com o que eu realmente queria para mim, que tive a grande revelação.


Sim, isso mesmo.


Sua grande descoberta pode estar escondida atrás da neblina da vida, da próxima esquina, do próximo projeto, amanhã. Chega de dar atenção ao que fulano X ou Y dizem e escute mais o seu coração, a história que lateja em sua alma. Pare de dar ouvidos ao que “o mercado” alardeia e preste atenção no que realmente fará a diferença: as pistas dos vencedores largadas pelo caminho.


Mas só vai encontrá-las aquele que não desistir da caminhada...




Ah! E nunca se esqueça:


“Os obstáculos são inevitáveis, mas o caminho somos nós que fazemos”.


Boa caminhada e até breve,


Pepper.



OBS: Gostou desse post? Então compartilha com seus amigo(a)s no Facebook, Twitter, etc, enfim, onde desejar! Eu ficaria muito agradecida.

Pssiu? Seu livro não vende?

Quer dicas 100% Grátis para se tornar um escritor de sucesso publicando digitalmente na Amazon?


Então aqui está o e-book com os 3 SEGREDOS que me ajudaram a alcançar milhares de leitores, multiplicar as vendas dos meus livros e ainda me render 8 MILHÕES de leituras no Kindle Unlimited!!!


Pegue o seu agora e comece mudar a sua história. CLICA AQUI:





62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo